top of page
  • salvamentodevidas

Benefícios de salvar vidas

Atualizado: 22 de mai. de 2023

Chatral Sangye Dordje Rimpoche


Curvo-me diante do Lama, Buda Amitayus,

e dos bodisatvas em treinamento.

Vou agora descrever em resumo os benefícios

de libertar animais e resgatar suas vidas.


Salvar animais do abate ou de qualquer perigo mortal,

com motivação e conduta inteiramente puras,

é sem dúvida uma prática a ser adotada

por todos os seguidores do Buda Shakyamuni.


Muitos são os sutras, tantras e comentários

que descrevem em detalhes as vantagens que ela traz,

e incontáveis mestres eruditos e realizados da Índia e do Tibete

enfatizaram o valor e a importância de beneficiar os seres.

Mesmo no Veículo Básico, evita-se infligir danos aos outros.

No Mahayana, este é o próprio treinamento de um bodisatva,

e no Mantra Secreto, um dos principais samayas da família Ratna.


O raciocínio por trás disso é o seguinte: neste mundo,

nada é tão caro para alguém quanto sua própria vida;

não há então crime maior do que tirar uma vida,

e nenhuma virtude condicionada traz maior mérito

do que o ato de salvar seres e resgatar suas vidas.

Portanto, se você deseja a felicidade e o bem,

esforce-se nisso, o mais supremo dos caminhos,

como o provam as escrituras e o raciocínio,

e que é livre de obstáculos e potenciais perigos.


Considere o seu próprio corpo e, tendo-o como exemplo,

evite fazer qualquer coisa que possa prejudicar os outros.

Faça todo o possível para não matar nenhuma criatura viva –

pássaros, peixes, veados, vacas e até pequenos insetos –

e se esforce, em vez disso, para salvar suas vidas,

oferecendo-lhes proteção contra todo o medo.

O benefício dessas ações é inimaginável.


Esta é a melhor prática para sua própria longevidade,

e a mais valiosa cerimônia para com os vivos ou falecidos.

É minha principal prática para beneficiar os outros.

Dissipa todas as adversidades e obstáculos externos e internos;

sem esforço e espontaneamente, traz condições favoráveis;

e, quando inspirada pela mente nobre de bodhichitta e

completada com dedicação e preces de aspiração pura,

ela o levará à iluminação completa,

e à realização de seu próprio bem estar e o dos outros –

disso você não precisa ter dúvidas!


Aqueles cujas mentes tendem para a virtude e atos meritórios

deviam proibir a caça e a pesca em suas terras.

Certas aves, em particular, como gansos e grous,

são impelidas por seu carma a migrar

e voam para o sul no outono, para o norte na primavera.

Às vezes, cansadas do esforço de sua viagem,

ou tendo perdido o caminho, algumas são forçadas a pousar,

aflitas, com medo e ansiosas; quando isso acontece,

você não deve jogar pedras ou atirar nelas,

nem tente matá-las ou fazer-lhes qualquer mal.

Proteja-as para que possam voar facilmente mais uma vez.


Oferecer cuidado e afeto aos seres sencientes

Em situações de desespero e sem proteção

traz tanto mérito quanto a meditação

na vacuidade tendo a compaixão como seu cerne –

assim foi dito pelo glorioso Senhor Atisha.

Lamas, responsáveis, monges, freiras, homens e mulheres,

em todos os lugares sobre os quais vocês têm controle,

exerçam sua influência e façam tudo ao seu alcance

para libertar animais e resgatar suas vidas,

enquanto encorajam outros a fazer o mesmo.


Em todos os lugares onde isso for feito,

as doenças entre as pessoas e os animais cessarão,

as colheitas serão fartas e a vida será longa.

Todos vão desfrutar de felicidade e bem-estar em abundância,

e na morte deixarão para trás a experiência deludida,

antes de encontrar um excelente renascimento nos reinos superiores.

Por fim, não há dúvida de que isso os levará facilmente

a encontrar o perfeito e extraordinário estado desperto.



Em resposta ao pedido do Doutor Dordrak,

Que ofereceu um lenço de seda pura e cem rúpias nepalesas,

Aquele chamado Chatral Sangye Dordje,

Que se esforça continuamente em resgatar vidas,

Anotou espontaneamente tudo o que lhe veio à mente.

Por esse mérito, que todos os seres sencientes

Venham praticar ações iluminadas!

Mamakoling Samanta!


 

Chatral Sangye Dordje Rinpoche viveu 102 anos (18/06/1913 a 31/12/2015). Grande mestre Dzogchen, praticou como eremita e teve por professores principais Khenpo Ngakchung (ou Khenpo Ngaga, 1879-1941), Dudjom Rinpoche (1904-1987), Dzongsar Khyentse Chökyi Lodrö (1893-1959) e Sera Kandro (1892-1940). Vegetariano, era também conhecido por sua prática de salvamento de peixes na Índia.




bottom of page